segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Sobre tragédias, vida e morte!



  Quantas foram as tragédias que nos tiraram o chão? Quantas foram as guerras que derrubaram milhões? Quantos erros de conduta e falta de precauções provocaram grandes tragédias? Quantas pessoas morreram em épocas aonde o abuso de poder era a arma para acabar com raças e nações? Quantas mortes em massa...Quanto desespero de alma...

Desespero é o que vimos acontecer aos familiares dos jovens mortos em Santa Maria. Desespero é o que sentimos diante de tamanha tragédia.
O desespero precisa de resposta, algo precisa ser compreendido. Então, começam as buscas por respostas, e todos querem achar o culpado. E sim, com certeza existem grande erros na situação; poderia citar alguns, mas podemos encontrar informações em qualquer meio de comunicação mais próximos como: jornais, revistas, televisão, redes sociais. Todas as informações detalhadas estarão entre eles, porem, não é isto que quero questionar aqui.
Em momentos assim, onde existe um “LUTO” coletivo, sentimos uma grande tristeza no ar, uma certa desesperança em relação aos dias que se seguem. Todas as mães sentem a dor da perda, pois se colocam no lugar dessas mães que perderam seus filhos. Todos nós sentimos uma grande dor, pois nos colocamos no lugar dos que sofrem, dos que carregaram esta marca pela vida que se segue.
A vida segue. A morte nos leva à vida, a vida nos leva à morte... Se fosse somente um jovem morto, o Brasil não estaria em choque, mas o que choca são tragédias assim, mortes em massa, centenas de pessoas. E como nos choca! E porque isso tudo? Para que esse choque? O que faremos com tamanha indignação?
Perguntas assim, nos levam a pensar no sentindo da vida, no motivo da morte, e isso nos coloca em estado meditativo. Pois penso que é isto que precisamos, meditar e pensar o que você tira como lição de um acontecimento assim? Para você, o que ficou de mais importante? Falta valorizar a vida? Falta compreender a morte? Falta ter compaixão? Falta se colocar no lugar dos outros, e sofrer com o outro? Falta fé? Falta coragem? O que te falta? O que é que te fez pensar?
Com certeza o sofrimento dos familiares é muito grande, e este sofrimento deveria ser só deles, mas, no entanto, todos sofrem. Os familiares dos jovens falecidos, vão vivenciar este luto de uma forma muito pesada e terão muitas pessoas para conforta-los, pois todos estão comovidos. Quantas pessoas não foram ajudar? Pessoas estas, que talvez nunca ajudaram ninguém, quanta compaixão foi acendida no coração de tantos por aí...
Pois bem, se Deus está no comando de tudo, e se errar é humano, quantas pessoas aprenderam lições com estes erros? Somos humanos, sentimos os mesmos sentimentos, medo, culpa, raiva, esperança....
Esperança! E é ela que faz uma nação sair forte diante de uma grande perda! Esperança é o que eu desejo para todos os corações que sofrem! Esperança em novos tempos; que sejam tempos de maior conscientização, com mais respeito pela vida e pelo outro.
E assim eu termino e nos coloco a pensar nesta perda, neste vazio que se mostra, na vida que se segue, no que você sente, no que você falha, no que fará com sua dor. Se todos nós estamos em sofrimento, que a gente possa sair mais forte, que possamos nos conscientizar quando se trata de vida! 
A esperança é ligada diretamento com a fé, e para você que quando sofre com acontecimetnos assim e desconheçe sua fé, quando um grande vazio te apertar o peito e você ficar cego ao sentido da vida ou ao Deus que você procura, olhe à sua volta e tenha olhos para ver as flores que te cercam e os pássaros que voam pelo céu!

Paula Chaves

5 comentários:

  1. FICOU 10 ESTE TEXTO. AMO QUEM AGORA SE DEDICA EM PALAVRAS QUE AJUDAM O PRÓXIMO. AINDA + QUEM ESTÁ DE LUTO, OU SEJA, DESTA VEZ UMA CIDADE INTEIRA. PARABÉNS. PARTICIPE DO MEU BLOG TB, É INTERESSANTE TAMBÉM APESAR DE NOVO.
    http://www.mergulhandonapsicologia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. A tragédia nos cala, paralisa... nos deixa perplexos, nos mostra e evidencia o quanto somos impotentes diante da vontade da vida, o quanto somos insignificante diante da complexidade da vida e da vontade Suprema... A perda doí... traz o vazio... o eco do silêncio... a certeza de jamais se ter um abraço apertado daquele que se foi... revelando o quanto aquele próximo é definitivamente insubistituível... De fato, poderia descrever inúmeras sensações dolorosas acerca dessa tragédia, mas, jamais, conseguiria detalhar a dor latente daqueles pais, imãos, amigos, sobrinhos, namorados, colegas que perderam seus entes nessa tragédia de uma forma absurdamente irresponsável.
    É notório que a vida tem seu próprio ciclo natural (nascer, crescer, reproduzir e morrer - por favor - entenda esse ciclo de forma macro). Mas, não é normal para um pai ou uma mãe enterrar um filho... podemos até dizer que isso contraria a lei natural da vida... mas, entender isso não nos cabe... foge por completo a nossa capacidade de compreensão... principalmente, em se tratando de uma tragédia ,que notoriamente poderia ter sido evitada... Nossa!!! quantos jovens... quanta vida bruscamente roubada, levada, tirada... resta-nos a indignação... apontar os culpados, mas isso não irá trazer as lindas vidas, os lindos sonhos daqueles que morreram nessa tragédia. Procurar o sentido desse acontecimento... acredito que isso foge a nossa capacidade de entender o porquê da inversão do curso natural da vida e sabedoria para aceitar que pais enterrem seus jovens filhos mortos... além do que, tendo que suportar um futuro inexistente... o silêncio... o vazio... a perda... o luto... a dor... mas, com certeza, a vida segue... "porque a vida segue. Mas o que foi bonito fica com toda a força. Mesmo que a gente tente apagar com outras coisas bonitas ou leves, certos momentos nem o tempo apaga. E a gente lembra. E já não dói mais. Mas dá saudade. Uma saudade que faz os olhos brilharem por alguns segundos e um sorriso escapar volta e meia, quando a cabeça insiste em trazer a tona, o que o coração vive tentando deixar pra trás." - Caio Fernando Abreu -, assim, resta-me, apenas, dizer que o vazio se preencha com a doce lembrança do sorriso...

    ResponderExcluir
  3. GOSTEI DO SEU BLOG E TENHO UM ARTIGO PARA VOCÊ

    Olá Tudo Bem? Primeiro! Quero me apresentar sou a Professora Rosimeire Feliciano Oliveira
    A minha especialidade é falar sobre Saúde, Bem Estar e Emagrecimento.

    Escrevo atualmente para o Beleza Blog (beleza.blog.br).
    Achei muito interessante o seu blog, gostaria de contribuir com um artigo de minha autoria,
    o texto é totalmente gratuito e será relacionado à área de Beleza ou Emagrecimento ou Bem Estar.
    Será um artigo atraente e atualmente muito buscado pelo público.

    Para divulgação do meu trabalho o que necessito é um link dentro do artigo para o meu blog.
    Se você aceitar publicar o artigo eu divulgo (grátis) na nossa rede que soma mais de 2 milhões de visualizações.

    Entre em contato comigo por e-mail prof.rosioliveira@gmail.com

    Será um prazer enviar um artigo para avaliação e um plano de divulgação que mostra todos os locais onde seu blog será divulgado.

    Gostaria de fazer parte do seu blog através desse artigo!

    TENHO UM ARTIGO ESPECIAL PARA VOCÊ SOBRE DICAS PARA MELHORAR A CRIATIVIDADE, TER IDEAIS NOVAS E SABER REPAGINAR.

    Aguardo sua resposta e estou a sua disposição!
    Atenciosamente,
    Professora Rosi Feliciano Oliveira

    ResponderExcluir